Posts com a Tag ‘telemensagens zona leste’

Campanha contra os juros dos cartões de Crédito

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Os juros de cartões de crédito e cheques especiais passam de 400% ao ano no Brasil.

Isso significa que uma compra de R$ 1000,00 ao final de 12 meses passou para R$ 4000,00.

Isto quando o cliente paga a fatura de forma coerente. Se pagar o valor mínimo sugerido pela operadora, isto vira uma progressão geométrica, ou seja uma bola de neve quase que impagável.

A sugestão mais recomendada é os clientes boicotarem os cartões, não utilizá-los ou não parcelar seus pagamentos.

Se cobram tanto é porque a população paga.

É uma questão de mercado.

Estes juros são extrorsivos,  agiotagem, crime contra economia popular.

O governo e suas leis, nada fazem para coibir tal prática de estelionato legalizado, assim como os tributos famintos que são cobrados de seu povo.

Parem de usar estes cartões.

Troque estas dívidas com créditos pessoais, mesmo que também proibitivos, mas menores que os dos cartões de crédito.

Deixem de fazer uso de práticas que te levam a falência e enriquecimento de instituições que lucram com a angústia e fraqueza de povo brasileiro.

Não aos Juros Abusivo das administradoras de cartões de  crédito!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

CPMF de volta

sábado, 26 de setembro de 2015

O PT (Partido dos Tabalhadores), sempre se expressara contra este tributo até que conseguiram derrubá-lo.

Não obstante como já se era sabido que este mesmo partido detonaria a economia brasileira, vem descaradamente retomar o tributo para sanear suas mazelas na PETROBRÁS e orçamento público.

É tão obvio, e isto ocorreria de mesma forma pelo PSDB do se Aécio Neves.

Tem que mudar todos, poucos são os que são patriotas verdadeiramente.

Lula diz que não será candidato a presidente em 2014

sexta-feira, 19 de julho de 2013

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou uma palestra sobre política internacional na Universidade Federal do ABC, em São Bernardo do Campo, para mandar um recado aos manifestantes que ocuparam as ruas do país em junho: “não neguem a política”.

Diante de uma plateia majoritariamente composta por estudantes, Lula falou em tom descontraído e chegou a usar palavrões.

“Quando vocês estiverem putos da vida, mas puto, ‘não gosto do Lula, não gosto da [presidente] Dilma [Rousseff], não gosto do Marinho [Luiz Marinho, prefeito de São Bernardo do Campo]‘, ainda assim, não neguem a política”, disse Lula.

“E muito menos neguem os partidos. Vocês podem fazer outros. Em vez de negar a política, entre você na política. É dentro de cada um de vocês que está o político perfeito que vocês querem”, finalizou.

O ex-presidente foi aplaudido em diversos pontos do discurso. Por diversas vezes, mencionou as manifestações. Lula disse, por exemplo, que enquanto a Europa protesta para não perder direitos adquiridos, o Brasil protesta para “conquistar mais”.

Ele reafirmou seu legado, disse que os brasileiros passaram a ter acesso a bens como carros e viagens. “É claro que vai ter problema de transporte. O sujeito compra o carro e não consegue andar dez metros. ‘Puta que pariu, vou protestar contra esse prefeito’, ilustrou o ex-presidente.

“Em vez de achar ruim o protesto, [vamos dizer] viva o protesto. De protesto em protesto a gente vai consertando o telhado”, afirmou.

O ex-presidente falou muito sobre a condução da política externa no seu governo. Ele também falou sobre a crise internacional atual e criticou a postura da chanceler alemã, Angela Merkel. “A Angela Merkel conseguiu fazer com a Europa o que duas guerras não fizeram”, disse.

No final do encontro, Lula pediu a palavra para desmentir que esteja com metástase, como foi disseminado em boatos espalhados por redes sociais. Garantiu que jamais mentiria às pessoas se a situação de sua saúde de agravasse.

Questionado se havia possibilidade de ser candidato, Lula respondeu: “Eu elimino [essa possibilidade]. Eu tenho candidata à presidência da república. As pessoas sabem que não adianta bater na minha porta, a presidente Dilma é uma excelente presidente e uma excelente candidata.

fonte: http://www1.folha.uol.com.br

Taxa de Inspeção Veicular em São Paulo

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Vamos acompanhar dentre as promessas e plano de Governo do Sr. Fernando Haddad do PT.

Agora eleito, está na hora de acompanharmos e cobrar.

uma da principais promessas:

Meio Ambiente
Uma das mais importante promessa é a extinção da taxa de inspeção veicular e a reavaliação do atual modelo de controle de poluição. O programa  para essa área tem destaque na ampliação da Coleta Seletiva de 1% para 10% do lixo produzido na cidade. Outra a é ampliar as unidades de Ecopontos de 56 para 140. Haddad disse ainda que vai articular com os governos estadual e federal a limpeza dos rios Tietê, Pinheiros e Tamanduateí e das represas localizadas
na cidade.

Parece que já foi adiada a extinção da Taxa, questão de contrato, de acordos e aquilo tudo que já sabemos. Promessas, dificuldades, dependências e o que mais acontece na esfera governamental.