Posts com a Tag ‘telemensagem São Paulo’

Bolsa Família não combina com trabalho

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Acreditem se quiser!!!!!!!

Vejam o relato da OCC – Organização de Combate à Corrupção

Ensinar a pescar em vez de dar o peixe, parece que não está funcionando… Mulheres cearenses – acredite se quiser! LEIA ATÉ O FIM!!!! E TIRE SUAS CONCLUSÕES!!!
NÃO É BRINCADEIRA NÃO!!! É INACREDITÁVEL – ABSURDO – MAS É O “NOSSO BRASIL”!
Aconteceu no Ceará! Curso para 500 mulheres.
Curta e Faça parte da OCC Alerta Brasil
https://www.facebook.com/organizacaodecombateacorrupcao?
Participe do nosso grupo para postar suas publicações
https://www.facebook.com/groups/occ.alertabrasil/
Siga-nos no Twitter
https://twitter.com/occ2013

Como o setor têxtil é de vital importância para a economia do Ceará, a demanda por mão de obra na indústria têxtil é imensa e precisa ser constantemente formada e preparada.
Diante disso, o Sinditêxtil fechou um acordo com o Governo para coordenar um curso de formação de costureiras.
O governo exigiu que o curso devesse atender a um grupo de 500 mulheres que recebem o Bolsa Família.
De novo: só para aquelas que recebem o Bolsa Família.
O importante acordo foi fechado dentro das seguintes atribuições: o Governo entrou com o recurso; o SENAI com a formação das costureiras, através de um curso de 120 horas/aula; e o Sinditêxtil, com o compromisso de enviar o cadastro das formadas às inúmeras indústrias do setor, que dariam emprego às novas costureiras.
Pela carência de mão obra, a idéia não poderia ser melhor.
Pois bem.
O curso foi concluído recentemente e, com isso, os cadastros das costureiras formadas foram enviados para as empresas, que se prontificaram em fazer as contratações.
E foi nessa hora que a porca torceu o rabo, gente.
Anotem aí: o número de contratações foi ZERO. Entenderam bem? ZERO!
Enquanto ouvia o relato, até imaginei que o número poderia ser baixo, mas o fato é que não houve uma contratação sequer. ZERO.
Sem nenhum exagero. O motivo?
Simples, embora triste e muito lamentável, como afirma com dó, o diretor do Sinditêxtil: todas as costureiras, por estarem incluídas no Bolsa Família,se negaram a trabalhar com carteira assinada.
Para todas as 500 costureiras que fizeram o curso, o Bolsa Família é um benefício que não pode ser perdido.
É para sempre. Nenhuma admite perder o subsídio

SEM NEGÓCIO.
Repito: de forma uníssona, a condição imposta pelas 500 formadas é de que não se negocia a perda do Bolsa Família.
Para trabalhar como costureira, só recebendo por fora, na informalidade.
Como as empresas se negaram, nenhuma costureira foi aproveitada.

Casos idênticos do mesmo horror estão se multiplicando em vários setores.
É a prova cabal de que ser um VAGABUNDO dá lucro neste país, o errado agora é trabalhar.
QUEM ESTÁ CRIANDO ELEITORES DE CABRESTO, COMPRADOS ATÉ EM SUA DIGNIDADE, RECUSANDO-SE A TRABALHAR PELO SEU SUSTENTO?
ADIVINHE QUEM PAGA O PATO, TODO MÊS DESCONTANDO 27,5 % DE I.RENDA?
Sou EU o grande idiota dessa história, que sou obrigado a trabalhar para pagar os impostos que esses VAGABUNDOS que o governo FICHOU e agora não consegue DESPEDIR.
SE VOCÊ É UM BRASILEIRO DE BOM SENSO, ENTÃO REPASSE POR FAVOR

Tenda para evento do Bradesco desaba em Costa do Sauípe

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Quarta, 13 de Fevereiro de 2013 – 12:21

Estrutura de tenda desaba em Costa do Sauípe e acidente é considerado ‘grave’

por Cláudia Cardozo

Estrutura de tenda desaba em Costa do Sauípe e acidente é considerado 'grave'

Ainda não há informações sobre o número de vítimas | Foto: Reprodução
A montagem de uma estrutura de uma tenda para realização de um evento do Bradesco no complexo hoteleiro de Costa do Sauípe desabou na manhã desta quarta-feira (13). Uma empresa de São Paulo é responsável pela instalação da estrutura, que estava localizada no primeiro complexo. Até o momento, não foi informado o número de feridos ou mortos. Segundo informações do Correio, mais de dez operários trabalhavam na instalação. De acordo com o secretário de Saúde de Camaçari, Vital Sampaio, unidades da Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foram enviadas ao local para ajudar no resgate. O secretário afirma que recebeu a informação de que o acidente é de “grande proporção”. Ele informou que o complexo hoteleiro não faz parte de Camaçari, mas que o Município tem atuado de forma solidária no atendimento e já deixou as Unidades de Pronto Atendimentos (UPAs) acionadas para receber as vítimas, além de acionar os médicos e agentes de saúde para um possível deslocamento para os hospitais da região, como o Hospital Geral de Camaçari (HGC). Também já foi acionado o serviço de UTI aérea, junto com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), para caso seja necessário transferir as vítimas para hospitais de Salvador e Lauro de Freitas. Contatada pelo Bahia Notícias, a diretoria Complexo Hoteleiro da Costa do Sauípe informou que o acidente ocorreu “em uma área destinada para a montagem de estruturas provisórias para eventos, afastada de seus hotéis”. Entre os feridos não haveria nenhum hóspede ou funcionário da Costa do Sauípe.
http://www.bahianoticias.com.br
Minha opinião pessoal!
Imaginem como seria então no Evento no dia 14/02/13 com aproximadamente 3500 pessoas.
Muita responsabilidade, é assim que se encaram eventos de grande concentração no Brasil.

Votação Secreta para o Papa

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Assim como no Brasil em muitas situações, a votação para eleição de um Papa, o voto é secreto.

Ainda após a votação os votos são queimados.

Votação secreta tem algumas interpretações.

Uma delas é, considerando-se a melhor hipótese, é para que não haja constrangimento no voto, para que não ocorram ressentimentos. este é o aspecto bom do Voto Secreto.

Outra é o corporativismo, vota-se mediante acordos e parcialidade, sem terem que sofrer qualquer compromisso de acordos.

Bom, de qualquer forma este modelo de decisão demonstra falta de compromisso com os fieis, que nunca terão acesso a qualquer manifestação.

Embora no caso de se tratar de um Papa, não significa muito às pessoas, não muda suas rotinas ou algo que seja relevante. Somente uma forma onde o dinheiro do Rico Vaticano, doadas pelos fieis no mundo inteiro continua sendo usado sem prestação de contas.

Assim como em várias religiões, os fieis trocam a sensação de bem estar por contribuições, de mesma forma que pagamos impostos.

Doa-se, paga-se, contribui-se, mas não tem direito a comprovação das aplicações em seu benefício, enriquecendo poucos que tem o poder de manipulação do capital de uma sociedade ou população.

Especulação Imobiliária

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Especulação Urbana

Os aspectos das operações especulativas com terras são intrincados. Como ressaltado em inúmeras descrições, em detrimento a inúmeros artifícios dos quais a atividade lança mão para fazer frente aos elevados riscos envolvidos nas previsões de evoluções futuras. Tampouco são os ‘especuladores’ meros especuladores, visto que frequentemente procuram, e conseguem, não apenas ‘prever’ senão também direcionar o ‘futuro’ por intermédio dos mais diversos meios e manipulações, inclusive ilegais e violentos, motivo pelo qual foram sempre alvo de críticas generalizadas, e a atividade como um todo goza de má reputação, e assim, a especulação acaba não apenas acompanhando como também moldando o processo de transformação do espaço.. É isto que permite o surgimento e a permanência da especulação em uma economia não planejada. A questão é que, como resultado da especulação, a transformação de uso pode se dar por largas extensões de solo ao invés de mero alastramento e destruição e reconstrução contínua restrita à vizinhança imediata da fronteira em movimento, tornando possível, assim, a provisão de infraestruturas (vias, esgotos, redes de comunicação etc.), em escala compatível, na zona de especulação. Esta, do ponto de vista do uso do solo, torna-se uma zona de transição. Enquanto que a especulação torna-se parte orgânica do processo de crescimento anárquico.

Como nos Estados Unidos, estamos começando a caminhar numa valorização desmedida, onde cada dia mais distante fica o sonho da casa própria.

O cidadão não tem renda suficiente pra adquirir um imóvel compatível com seus sonho ou necessidade, sendo dirigido a construções de qualidade e tamanhos inferior.

O Plano “Minha Casa, Minha Vida”, foi para água abaixo. O governo está pagando para que os especuladores majorem os valores, não favorecendo o cidadão.

Se não tomarmos atenção em pouco espaço de tempo os Mutuários vão ficar sem capacidade de adquirir ou pagar seus imóveis, conforme ocorreu em 2008 nos Estados Unidos.

Dow Live Earth Run For Water – corrida chama a atenção para a escassez de água

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

6 km. Esta é, em média,a distância que mulheres e crianças são obrigadas a percorrer diariamente para obter água em localidades com escassez desse recurso – e, na maioria dos casos, a água nem mesmo é potável.

Para chamar a atenção para o problema, será realizada no dia 18 de abril a corrida Dow Live Earth Run For Water. As inscrições para o evento, que acontece no mesmo dia no Rio de Janeiro e em São Paulo, já estão abertas.

No Rio de Janeiro, sede do principal evento da Dow Live Earth Run For Water no Brasil, será realizada uma corrida/caminhada de 6 Km com início e fim na Praça da Apoteose a partir de 9 da manhã. Em São Paulo, a corrida/caminhada de 6 Km será realizada dentro do Jóquei Clube, um hora mais cedo, às 8 da manhã.

A escassez de água é um problema que afeta países, comunidades e famílias em todo o mundo. Uma em cada oito pessoas não tem acesso à água potável. Oitenta e oito por cento dos casos de diarreia em todo o mundo estão relacionados com a escassez e a falta de água potável. Estes casos resultam em 1,5 milhão de mortes por ano, principalmente entre crianças menores de cinco anos.

Além da corrida/caminhada, os eventos do Rio de Janeiro e de São Paulo contarão com Water Villages – instalações educativas com informações sobre o consumo consciente de água e preservação desse recurso tão importante.

As inscrições para os dois eventos, no Rio e em São Paulo, devem ser feitas pelo site www.run4water.com.br. Os valores das inscrições são os mesmos para as duas cidades e variam de acordo com a data de inscrição: R$ 65,00 (até 14/03); R$ 75,00 (até 28/03) e R$ 85,00 (até 12/04).

Para obter mais informações sobre as ações de sustentabilidade da Dow no Brasil, acesse http://www.sustentabilidadedowbrasil.com.br/.

Fonte: http://portaldovoluntario.org.br/blogs/54354/posts/6489

Equipe Lee Telemensagem