Posts com a Tag ‘telemensagem romântica’

Impeachment de Dilma

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Ativista reconhecido de vida pública ex presidente do PT de SP, desligado desde o processo do Mensalão juntamente com a Dra Janaina Conceição Paschoal, advogada de eminente competência e Reale Junior, jornalista de carreira ao encaminharem o pedido de processo de impeachment de Dilma, não foram muito levados a sério, até que a irritação do Eduardo Cunha levou a aprovação de encaminhamento do processo que o Brasil tanto aguardava.

Dilma Rousself, deveria renunciar em respeito ao povo brasileiro tão sofrido e desrespeitado.

Diferença entre Xiitas e Sunitas

sábado, 28 de novembro de 2015

Vista como umas das mais significativas divisões do mundo islâmico, xiitas e sunitas aparecem em diversos noticiários sem uma devida explicação que possa esclarecer as dúvidas do grande público. Como se não bastassem os preconceitos que atingem a comunidade muçulmana como um todo, vemos que essa divisão é de suma importância para que seja possível entender a história de uma das mais importantes religiões existentes no mundo.

Por volta do século VIII, a expansão do islamismo por diversas partes do mundo determinou a origem da divisão que hoje estabelece a diferença entre xiitas e sunitas. Tudo isso se iniciou no ano de 632, quando a morte do profeta Muhammad abriu espaço para uma disputa sobre quem poderia ocupar a posição de principal líder político de toda a comunidade islâmica existente.

Ali, genro de Muhammad, reivindicava a sucessão por ser ele casado com Fátima, a única filha viva do profeta na época, e ter dois netos como descendentes diretos do profeta. Contudo, a maioria dos muçulmanos não concordava com essa ideia ao perceber que Ali era muito jovem e inexperiente para ocupar tamanha posição. Foi então que Abu Bakr, amigo do profeta, acabou sendo escolhido como sucessor pela maioria dos muçulmanos.

Após a vigência de Abu como califa, dois outros líderes foram aclamados como chefes supremos dos muçulmanos. Foi então que, em 656, após o assassinato do califa Uhtman, Ali conseguiu governar por um breve período. Nesse tempo, a forte oposição da tribo dos omíadas acabou estabelecendo a independência dos califados de Medina e Damasco. Pouco tempo depois, o próprio Ali acabou sendo morto por um grupo de partidários que não aceitava sua postura conciliatória.

Mesmo com essa dissidência, os partidários de Ali – conhecidos como “Shiat Ali” – prosseguiram lutando e questionando a legitimidade política dos califados que não se sujeitavam à autoridade dos descendentes diretos de Muhammad.
Conhecidos mais tarde como “xiitas”, eles acreditam que os líderes oriundos da linhagem do Profeta são líderes aprovados por Alá e, por essa razão, teriam a capacidade de tomar as decisões políticas mais sensatas.

Por outro lado, os sunitas – assim designados por também aderirem a Sunna, livro biográfico de Muhammad – têm uma ação política e religiosa mais conciliatória e pragmática. Preocupados com questões que extrapolam o campo da religiosidade, os sunitas empreendem uma interpretação mais flexível dos textos sagrados, estabelecendo assim um maior diálogo com outros povos e adaptando suas crenças com o passar do tempo.

Numericamente, os sunitas hoje representam mais de noventa por cento da população muçulmana espalhada pelo mundo. Na condição de minoria, os xiitas acreditam que sua vida ascética e a adoção de princípios mais rígidos garantiriam o retorno de Mahdi, o último descendente direto, que seria responsável pelo retorno de um governo mais justo e próspero. Já os sunitas acreditam que os livros sagrados (Alcorão e Suna) e a discussão entre os irmãos sejam suficientes para a promoção de um bom governo.

Por Rainer Sousa
Mestre em História
Equipe Brasil Escola

Fonte: http://brasilescola.uol.com.br/historiag/xiitas-x-sunitas.htm

Campanha contra os juros dos cartões de Crédito

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Os juros de cartões de crédito e cheques especiais passam de 400% ao ano no Brasil.

Isso significa que uma compra de R$ 1000,00 ao final de 12 meses passou para R$ 4000,00.

Isto quando o cliente paga a fatura de forma coerente. Se pagar o valor mínimo sugerido pela operadora, isto vira uma progressão geométrica, ou seja uma bola de neve quase que impagável.

A sugestão mais recomendada é os clientes boicotarem os cartões, não utilizá-los ou não parcelar seus pagamentos.

Se cobram tanto é porque a população paga.

É uma questão de mercado.

Estes juros são extrorsivos,  agiotagem, crime contra economia popular.

O governo e suas leis, nada fazem para coibir tal prática de estelionato legalizado, assim como os tributos famintos que são cobrados de seu povo.

Parem de usar estes cartões.

Troque estas dívidas com créditos pessoais, mesmo que também proibitivos, mas menores que os dos cartões de crédito.

Deixem de fazer uso de práticas que te levam a falência e enriquecimento de instituições que lucram com a angústia e fraqueza de povo brasileiro.

Não aos Juros Abusivo das administradoras de cartões de  crédito!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Vivo, fibra ótica

sexta-feira, 19 de julho de 2013

A Telefônica de São Paulo, atual Vivo, anuncia banda larga de qualidade e alta velocidade por fibra ótica.

Só não esquece de dizer que nas periferias ainda vai demorar para expandirem as fibras, onde o poder financeiro é menor que os das zonas onde há empresas e moradias de maior poder aquisitivo.

É compreensível, investir onde se consegue mais rapidamente vender o produto e amortecer os investimentos, mas o Brasil está há anos Luz dos outros países, com banda larga de qualidade e velozes a preços extremamente menores que aqui no Brasil.

Não falo só da Vivo, outras como a NET também, não oferece bons preços, vinculam serviços que não interessam, para que tenhamos banda larga de apenas 10 MB, vinculando TV por assinatura, telefonia, caso contrário fica inviável ter banda larga deles.

Você fica sem opção, ou tem o Combo deles ou Paga um valor bem acima do mercado por banda larga de baixa performance.

O Governo não cobra através da ANATEL, os investimentos na qualidade e custos menores.

Até quando vamos aguardar que sejamos mesmo um país tecnológico e minimamente adiantado!!!!

Falso Sequestro – Saiba como proceder

terça-feira, 26 de março de 2013
O Autor desta matéria foi muito claro e postou uma aula de cidadania.
Postou sua opinião no SITE Café Brasil, um foro para pessoas esclarecidas e inteligentes.
Cadastre-se e participe
Temos observado cada tipo de mensagem na internet que impressiona a criatividade em mentir . Infelizmente ao invés de ajudar muitas pessoas acabam atrapalhando.

Já escrevi sobre alguns tipos de golpes por telefone e gostaria de compartilhar com os demais. São dicas simples que podem ajudar as pessoas no cotidiano.

13 Dicas para você não cair no Golpe do Falso Sequestro

Quem nunca ouviu falar do golpe do falso seqüestro? É provável que você ou algum parente, vizinho, amigo, conhecido, etc., já recebeu uma ligação de criminosos que de alguma forma ou através de ameaça queria extorquir dinheiro ou cartões de créditos telefônicos. O crime acontece todos os dias, e a policia infelizmente não possui dados estatísticos, mas o número de casos que os criminosos concluíram o golpe ou aqueles no qual a vítima percebeu e desligou o telefone é incalculável.

A única barreira para este tipo de crime é a prevenção através da orientação conscientização. Para os criminosos não existe barreiras, desta vez, a vítima foi o vice-presidente José de Alencar que relatou ter recebido uma ligação no dia 25/04/10 dizendo que sua filha havia sido seqüestrada. Ele afirmou que o criminoso pediu R$ 50 mil. Até o vice-presidente acreditou que realmente era sua filha chorando. Mesmo com todo o esquema de segurança que existe, ele não impediu que tal autoridade sofresse ameaças. O histórico dos golpes dos falsos seqüestros tem sofrido algumas modificações, a cada instante eles mudam o “modus operandi”, o primeiro golpe no inicio era uma ligação telefônica na residência das vítimas exigindo a compra de cartões de créditos telefônicos ameaçava dizendo que iriam seqüestrar roubar ou matar alguém da família. A vítima, diante de tal ameaça, comprava os cartões e repassava as senhas aos criminosos. Com sucesso nos golpes, começaram a inovar criando o segundo tipo de golpe: O falso seqüestro. Aproveitavam a ausência de um integrante da família, ligam para sua residência e avisam que a pessoa ausente havia acabado de ser seqüestrada, pedindo como resgate um valor baixo e a compra de cartões telefônicos, prometendo que soltariam a suposta vítima no mesmo dia. 

O terceiro caso era da seguinte maneira: Sem possuir informações da vítima ou apenas alguns dados, ligam se apresentando como policial ou bombeiro, informando sobre um acidente de trânsito. Começam a coletar informações de alguém da família e que esteja fora de casa. Sem saber, a vítima, aflita, informa o solicitado. Com base nas informações os criminosos mudam de conversa e anuncia o seqüestro. O quarto golpe é a promessa de prêmios. Uma ligação informando que o assinante da linha telefônica foi sorteado ganhando um computador, motocicleta, etc. Para dar tom de seriedade eles se apresentam com o nome de algumas empresas (TV Band, TV Globo, Nestlé, Embratel, TIM, etc.). Para a retirada dos prêmios. informam que é preciso comprar e repassar as senhas dos cartões de créditos telefônicos em menos de uma hora para não perder os prêmios, depois que a vítima passa a senha, está consumado o golpe. 

Telefonema falso de cartão de crédito visa a adquirir número de segurança

O quinto caso, os bandidos fazem contato se passando por funcionário da operadora do celular. Dizendo que o aparelho foi clonado, solicitam que o mesmo seja desligado por uma hora para solucionar o problema. É o tempo necessário para entrar em contato com os familiares inventando a historia do seqüestro. A família tenta entrar em contato com a suposta vítima, como não consegue, acaba caindo na conversa dos criminosos. Recentemente o golpe de extorsão ganhou uma nova modalidade. O falso seqüestro ganha mais detalhes e faz novas vítimas a cada dia. Pelo telefone, criminosos, que muitas vezes estão presos, afirma que um parente da pessoa é mantido refém e exigem que a vítima faça depósitos bancários, ou marcam um determinado lugar para terceiros retirarem o resgate. Nesse último golpe, eles contam com a ajuda de criminosos que estão fora das cadeias. Truques usados pelos falsos seqüestradores têm feito a mentira parecer verdade. Simulando até a uma conversa, os criminosos também utilizam vozes do falso refém no suposto cativeiro chorando ou gritando para garantir o sucesso do golpe. Para você não ser a próxima vítima, e também orientar seus familiares e amigos e principalmente o executivo/autoridade no qual esteja trabalhando, veja o que pode ser feito para não cair no golpe. Caso aconteça as situações mencionadas, veja o que fazer: 

1. não compre os cartões; 

2. desligue o telefone; 

3. quando eles percebem que não vão conseguir extorquir, eles desistem; 

4. não se desespere você não está correndo risco. 

5. Procure ter em casa se possível um identificador de chamadas, facilita muito a identificação, principalmente se for ligações de outros estados; 

6. não tome atitudes precipitadas; 

7. quando isso acontecer, procure primeiramente a pessoa que foi alva do suposto seqüestro; 

8. evite conversar com o criminoso, finja que o telefone está com problemas, e desligue; 

9. fale que ele ligou para o número errado, ou diga que você é apenas um empregado que começou a trabalhar há pouco tempo; 

10. após esse tipo de ligação, deixe o telefone fora do gancho ou não atenda a ligações de números desconhecidos por algumas horas; 

11. não atenda pedidos estranho para qualquer procedimento no celular; 

12. não receba ligações a cobrar, principalmente quando o interlocutor for desconhecido; 

13. procure orientar os familiares idosos, pois são as vítimas preferidas dos criminosos. 

Para combatermos este tipo de crime, a prevenção e a orientação é a melhor solução, temos que conscientizar nossos clientes, no caso os executivos e autoridades, a equipe de segurança deve orientar quanto à medida de prevenção e o procedimento no caso de receber alguma ligação contendo alguma ameaça.

Siderley Andrade

Última Edição: 1 ano, 9 mêses atrás Por Siderley Andrade de LIma

http://www.portalcafebrasil.com.br/livre/mentiras-da-internet/o-telefone-que-clona