Posts com a Tag ‘telemensagem em interlagos’

Eduardo Cunha já devia ter sido afastado há muito tempo’, diz Roberto Requião

sábado, 28 de novembro de 2015

Estou replicando esta manchete, pois é uma das formas de contribuir com cidadão brasileiro, informando e formando opiniões.

Senador afirma à RBA que Congresso não tinha outra alternativa a não ser “homologar” decisão do STF que determinou a prisão do ex-líder do governo no Senado, Delcídio Amaral.

São Paulo – O senador Roberto Requião acredita que o surpreendente episódio da prisão do senador Delcídio Amaral (PT-MS), ex-líder do governo no Senado, na quarta-feira (25), pode acelerar o desfecho da situação do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que se complicou muito depois que informações de autoridades suíças sobre movimentações financeiras do deputado e de seus familiares chegaram ao Brasil. “Acho que essa situação do Delcídio, esse precedente, vai levar a uma solução rápida de Eduardo Cunha”, afirma o senador do Paraná sobre seu correligionário.

Em relação a Delcídio, Requião disse acreditar que o Senado não tinha outra opção a não ser “homologar” a determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki, que determinou a prisão do senador por tentativa de obstruir as investigações da Operação Lava-Jato. Foi a primeira prisão de um senador em exercício de mandato na história do país.

Se o Senado não referendasse a decisão do STF, “estaria completamente desmoralizado, a não ser que pudesse rapidamente processar e cassar o mandato do Delcídio, mas isso não seria possível, pelos prazos e todo o rito processual”, disse o senador à RBA, em São Paulo, onde esteve na quinta-feira (26) para participar de debate no Sindicato dos Jornalistas de São Paulo.

Segundo Requião, do ponto de vista jurídico, a determinação de Zavascki sobre Delcídio está correta quanto ao flagrante, mas “a barra foi forçada na questão da inafiançabilidade”.

Como o sr. encara a situação desencadeada com a prisão de Delcídio Amaral e a posição adotada pelo Senado?

Uma situação muito difícil. Depois que as gravações foram expostas, que se verificou o que estava fazendo o Delcídio, as propostas que ele tinha feito ao filho do Cerveró, o Congresso votou e homologou a decisão do Supremo. Para mim a decisão do Supremo que dizia respeito ao flagrante estava correta.

A obstrução de um processo que a quadrilha organizava para tirar o Cerveró do país era um “crime permanente”, como um sequestro (de acordo com o Código Penal, “o crime permanente” é o que se prolonga no tempo, como o crime de sequestro). Então o flagrante existe. Mas (no caso de Delcídio Amaral) a barra foi forçada na questão da inafiançabilidade. O crime era afiançável. Forçaram a barra. O Congresso, depois de tomar conhecimento das fitas, não tinha mais o que fazer a não ser votar a favor (da determinação de Teori Zavascki).

A decisão do Senado então é política e juridicamente correta…

Não tinha outra posição a tomar. Estaria completamente desmoralizado, a não ser que pudesse rapidamente processar e cassar o mandato do Delcídio, mas isso não seria possível, pelos prazos e todo o rito processual.

Como esse episódio amplia a crise política e afeta o governo, considerando que a crise parecia até então amenizada, com o impeachment até mesmo fora da ordem do dia?

É evidente que prejudica. O Delcídio era o líder do governo. A imagem (do governo) se desgasta um pouco mais. E o Delcídio estava articulando também a votação das leviandades propostas pelo ministro da Fazenda.

Como o senhor avalia a situação de Eduardo Cunha. Defende a cassação dele?

Eduardo Cunha já devia ter sido afastado há muito tempo. Acho que essa situação do Delcídio, esse precedente, vai levar a uma solução rápida do caso Eduardo Cunha.

A ABI entrou com uma ação de inconstitucionalidade contra a Lei de Direito de Resposta. Na sua opinião ela pode ser derrubada no Supremo?

Sou o autor da lei. O relator era o senador Pedro Taques, hoje governador de Mato Grosso. A ABI, a Abert, esse pessoal todo participou das discussões para a elaboração da lei. Não fizeram objeção alguma. Na verdade eles não queriam lei alguma. Se eles tinham alguma coisa a dizer deveriam ter dito durante a elaboração da lei.

O Pedro Taques fez dezenas de reuniões com eles. O que eles não querem é vigilância alguma, não querem a garantia ao contraditório. Eles querem o vazio e o direito da difamação, da calúnia e da infâmia, absolutamente livre de qualquer possibilidade de contraposição.

fonte: http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2015/11/eduardo-cunha-ja-devia-ter-sido-afastado-ha-muito-tempo-diz-roberto-requiao-774.html

São Paulo Indy 300 será a primeira prova do ano

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Os fãs de velocidade que esperam ansiosamente pela primeira edição da São Paulo Indy 300, etapa de abertura da temporada 2010 da Fórmula Indy, receberam uma excelente notícia. Os ingressos, que valem para os treinos do dia 13 de março e para a corrida do dia seguinte, começam com o valor de R$ 100. O valor é bem inferior ao praticado no Brasil por outras competições automobilísticas de nível internacional.

Isto significa que os estudantes, crianças entre cinco e 12 anos acompanhadas pelos responsáveis, e idosos acima de 65 anos poderão assistir ao show da categoria de monopostos mais rápida do mundo por apenas R$ 50.

A arquibancada será descoberta, montada em estrutura tubular, localizada entre a saída da curva 6 e a curva 7, exatamente onde ficará a saída dos boxes.

Os demais setores, que também terão meias-entradas, ficam localizados, principalmente, no Sambódromo. Lá será dada a bandeirada verde de início de prova e a bandeirada de chegada, além da realização da cerimônia do pódio com os três primeiros colocados.

Os ingressos podem ser adquiridos através do site oficial da São Paulo Indy 300 (www.saopauloindy300.com.br) ou pelo endereço eletrônico da Livepass (www.livepass.com.br) a partir desta segunda-feira, 01 de fevereiro, além do Call Center (11) 4003-1527 (custo de ligação local mais impostos), de segunda-feira à sábado, das 9h às 21h; e da Bilheteria Oficial da prova, localizada no Morumbi Shopping – Estacionamento Piso G1, de segunda-feira à sábado, das 12h às 20h, domingos e feriados das 14h às 20h.

A compra pelos sites e pelo call center poderão ser efetuadas com os cartões de crédio VISA, Mastercard e American Express. Na Bilheteria Oficial, além das formas de pagamento já citadas, o torcedor poderá comprar o ingresso usando dinheiro, ou cartão de débito VISA Eletron ou Redeshop/Maestro.

A São Paulo Indy 300 terá transmissão ao vivo pelos canais Band e Bandsports, além das rádios Bandeirantes e BandNews FM.

Confira os setores no circuito de rua:

SETOR 14 BIS – Arquibancada descoberta, em estrutura tubular, localizada na saída da Curva 6, com ampla visibilidade da saída dos Pits. – R$ 100

SETOR VITÓRIA – Arquibancada descoberta, em estrutura tubular, localizada na Curva 11. Local de emocionantes duelos por posições. – R$ 250

SETOR AZUL – Arquibancada descoberta, em alvenaria, localizada no Sambódromo, com ampla visibilidade da largada, chegada e da entrada das Curva 1. – R$ 250

SETOR VERDE – Arquibancada descoberta, em alvenaria, localizada no Sambódromo, com ampla visibilidade da largada e da chegada. – R$ 250

SETOR AMARELO – Arquibancada descoberta, em alvenaria, localizada no Sambódromo, com ampla visibilidade da saída da Curva 11. – R$ 250

SETOR ROXO – Arquibancada descoberta, em alvenaria, localizada no Sambódromo, com ampla visibilidade da saída da Curva 11. – R$ 250

SETOR CINZA – Arquibancada descoberta, em alvenaria, localizada no Sambódromo, com ampla visibilidade da saída da Curva 11. – R$ 250

SETOR LARANJA – Arquibancada descoberta, em alvenaria, localizada no Sambódromo, com ampla visibilidade da saída da Curva 11. – R$ 250

SETOR VERMELHO – Arquibancada descoberta, em alvenaria, localizada no Sambódromo, com ampla visibilidade da largada e da chegada. – R$ 250

SETOR ROSA – Arquibancada descoberta, em alvenaria, localizada no Sambódromo, com ampla visibilidade da largada, chegada e da entrada da Curva 1. – R$ 250

SETOR LILÁS – Arquibancada descoberta, em estrutura tubular, localizada no Sambódromo, com ampla visibilidade da largada e chegada. – R$ 300

SETOR TIETÊ – Arquibancada descoberta, em estrutura tubular, localizada na reta da Marginal do Tietê, local de maior velocidade dos carros. – R$ 300

SETOR BRANCO – Arquibancada descoberta, em alvenaria, localizada no Sambódromo, com ampla visibilidade da largada, chegada, entrada da Curva 1 e em frente ao pódium da vitória. – R$ 400

SETOR PRETO – Arquibancada coberta, em estrutura tubular com cadeiras, localizadanas curvas 1 e 2, local de disputas emocionantes, com visão da Curva 3. – R$ 500

SETOR ARENA – Arquibancada coberta, em estrutura tubular com cadeiras, localizada nas curvas 1 e 2, local de disputas emocionantes, com visão da Curva 3. – R$ 500

EB – www.autoracing.com.br

Informações sobre o circuito

Data:14 de março de 2010

Distância: 313,5 km

Voltas: 75

Sentido: Horário

Tamanho da volta: 4.180m

Comprimento da reta principal: 1.500m

Número de curvas: 11 (sete para a direita e quatro para a esquerda)

Velocidade máxima: 310 km/h*

Tempo da volta: 1min15s*

*Estimado

De uma volta virtual pelo circuito