Posts com a Tag ‘Exército’

Cresce a preocupação do governo após Dilma confirmar participação em missa campal ao lado do papa

sábado, 20 de julho de 2013

Cresce a preocupação do governo após Dilma confirmar participação em missa campal ao lado do papa

Amarelo pavor – Além da crise política que chacoalha o País, o Palácio do Planalto agora também abriga a enorme preocupação dos integrantes do governo com a possibilidade crescente de manifestações durante a estada do papa Francisco no Brasil.

Por determinação da presidenteDilma Rousseff, as três Armas – Exército, Aeronáutica e Marinha – estão de sobreaviso para a necessidade de deslocamento de tropas para estados onde ocorrerem protestos e houver solicitação de ajuda por parte dos governadores. A segurança pública nos estados da federação é de competência dos governos locais, não cabendo ao Executivo federal qualquer tipo de ingerência, exceto quando é decretada intervenção.

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho, recusou a ajuda oferecida pelo Palácio do Planalto e terá de enfrentar aos protestos que devem acontecer durante a Jornada Mundial da Juventude.

A preocupação dos palacianos cresceu depois que Dilma Rousseff confirmou presença na missão campal que será celebrada pelo papa Francisco, em Guaratiba, região pobre e desassistida do Rio de Janeiro, no dia 28 de julho. O evento marcará o encerramento da Jornada e deve receber aproximadamente 1,5 milhão de pessoas. Com esse cenário nada favorável aos políticos brasileiros, os 22 mil policiais e militares destacados para garantir a segurança do papa terão trabalho de sobra.

Já prevendo o pior, o Vaticano acionou alguns religiosos para dar declarações sobre as possíveis manifestações. De maneira uníssona, os prepostos da Santa Sé reiteraram que os protestos não serão contra a Igreja Católica. Só faltou dizerem que o problema é do desgoverno que estreou com o messiânico Luiz Inácio da Silva, que continua acreditando ser uma cópia mal acabada de Jesus Cristo.

No caso de as manifestações que surgem no horizonte de fato ocorrerem no Rio de Janeiro, a presidente Dilma experimentará a disparada de uma crise que parece não ter fim. E o governo que se prepare para o próximo encontro do Foro de São Paulo, que acontecerá na capital paulista na sequência da Jornada, pois o barulho não será pequeno.

fonte: http://ucho.info

12 de Junho – Dia do Correio Aéreo Nacional

quinta-feira, 27 de maio de 2010
12 de Junho – Dia do Correio Aéreo Nacional


No dia 12 de junho é comemorado o dia do CAN-CORREIO AÉREO NACIONAL, que também já foi chamado de Correio Aéreo Militar e de Correio Aéreo Naval. O CAN entrou em operação  em 12 de junho de 1931, quando os tenentes do Exército, Casimiro Montenegro Filho e Nelson Freire Lavenère-Wanderley, da Aviação Militar, fizeram a primeira viagem, partindo do Rio de Janeiro com uma mala postal contendo duas cartas, em direção a São Paulo. Devido ao vento forte vento, a viagem levou mais do que as duas horas previstas. Já era noite quando chegaram. Sem conseguir localizar o campo de pouso, os militares foram aterrissar na pista do Jóquei Club da Mooca. De lá, pegaram um táxi até a Estação Central dos Correios, quando, finalmente, puderam entregar a mala postal.

A partir deste vôo pioneiro, outras linhas foram sendo criadas com novos roteiros: MatoGrosso, Ceará, Minas Gerais, Ceará…, até chegar à região amazônica em 1935. Em 1958, o CAN passou a operar os aviões-anfíbios Catalina, nas linhas para a Amazônia, aumentando enormemente a sua capacidade  de atendimento.  Hoje, esta instituição presta os mais relevantes serviços onde o progresso não chegou, levando víveres, medicamentos, atendimentos médico e odontológico, e até água potável. Paralelo à todos estes serviços essenciais, existe a Operação Misericórdia, acionada quando um índio ou militar estiver em risco de vida.

Atribui-se ao Brigadeiro Eduardo Gomes, o mérito pela superação de inúmeras dificuldades estruturais e econômicas do CAN. Como reconhecimento, em 6 de novembro de 1984, este oficial foi proclamado “Patrono da Força Aérea Brasileira”. Já o  Tenente-Brigadeiro Nelson Freire Lavenère-Wanderley, que estava no primeiro vôo, foi proclamado “Patrono do Correio Aéreo Nacional”, em 12 de junho de 1986.

fonte: http://lproweb.procempa.com.br

Firjan lamenta morte de brasileiros no Haiti e oferece ajuda ao país

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010
Alana Gandra
Repórter da Agência Brasil



Rio de Janeiro – Em nota encaminhada hoje (14) ao Comando do Exército, a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) lamenta a morte de militares brasileiros no terremoto de terça-feira (12) em Porto Príncipe, capital do Haiti, e oferece ajuda ao país.

A Firjan expressa na nota especial pesar pela morte no terremoto da médica e sanitarista Zilda Arns, coordenadora internacional da Pastoral da Criança. “Justamente ela, defensora dos mais necessitados”, destaca o texto.

De acordo com a nota, o Fórum Empresarial de Defesa e Segurança da Firjan está à disposição do Exército “para ajudar naquilo que for necessário”.

Edição: Nádia Franco

Fonte: http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2010/01/14/materia.2010-01-14.7199239930/view