Posts com a Tag ‘cidade de São Paulo’

Russomanno cresce nas pesquisas em 21/08/12

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Parabéns!

São Paulo merece Você!

Conforme nova pesquisa, registrada no TRE com o número SP: 00362/2012, Celso Russomanno tem 31% dos votos, contra 27% de José Serra (PSDB).

Áreas de Risco na Cidade de São Paulo

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Prefeitura analisa novo mapeamento de Áreas de Risco Geológico

O mapeamento das áreas de risco da capital já é usado como ferramenta de estudo de ações da administração pública, orientando a prioridade de ações, obras e elaboração de projetos nos locais classificados por grau de risco de escorregamento de encostas e solapamento de margens de córregos.

O mapeamento das áreas de risco da capital, contratado pela Prefeitura de São Paulo junto ao Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT), já é usado como ferramenta de estudo de ações da administração pública, orientando a prioridade de ações, obras e elaboração de projetos nos locais classificados por grau de risco de escorregamento de encostas e solapamento de margens de córregos. Esse estudo está sendo analisado por todos os secretários envolvidos e será divulgado na próxima semana com a avaliação técnica de todas as pastas e suas respectivas responsabilidades.

O mapeamento, que também contemplou uma atualização do último estudo realizado em 2003, foi feito em todo o município de São Paulo, nas 31 subprefeituras. O estudo anterior compreendia 14 subprefeituras. Dados divulgados pela imprensa fazem parte dos resultados obtidos pelo estudo, como, por exemplo, o número de 407 áreas de risco em 26 subprefeituras. Essas áreas de risco estão divididas da seguinte forma: 176 áreas na região Sul da cidade, 107 na região Norte, 100 na Leste e 24 na zona Oeste. Segundo os próprios técnicos do IPT, este pode ser considerado o maior mapeamento realizado no Brasil em uma única cidade.

Atualmente, 27% das moradias instaladas em áreas de risco estão em setores considerados de risco Alto e Muito Alto, que representa cerca de 29 mil moradias, com aproximadamente 115 mil pessoas. Já nos setores de risco Médio e Baixo, está concentrada a maioria das moradias: 73%, que representam mais de 105 mil residências.

É importante ressaltar que a Prefeitura já vem desenvolvendo um programa de eliminação de áreas de risco. Em 2010, a Secretaria das Subprefeituras investiu R$ 29,6 milhões em ações para redução de risco geológico. Foram executadas 74 intervenções em toda a cidade, beneficiando 29 mil pessoas. Desde 2005, foram transferidas 59 mil pessoas de áreas de risco com obras de urbanização de favelas, Programa Mananciais e outras ações da Prefeitura. No mesmo período, mais de 400 obras foram realizadas para eliminação ou redução do risco nessas áreas.

No ano passado, também foram capacitados cerca de 90 funcionários para realizar o mapeamento, monitoramento e gerenciamento de risco. Para este ano de 2011, a Prefeitura pretende realizar 110 intervenções de pequeno e médio porte nos setores mais críticos. O objetivo é investir R$ 100 milhões, incluindo as obras do PAC-2. No total, a previsão é que sejam aplicados cerca de R$ 1 bilhão, considerando as intervenções de outras áreas que também contribuem para redução de riscos.

Entre as ações de planejamento estão também: a integração como os programas municipais de urbanização, regularização fundiária e operações urbanas, além de estruturação dos sistemas de monitoramento e alertas em áreas prioritárias.

Através dos dados e informações consolidados por este novo mapeamento, a Prefeitura subsidiará suas ações de prevenção, além de definir prioridades de obras. Inclusive, a Devesa Civil poderá indicar quais residências precisam ser verificadas ou monitoradas a cada situação de chuva.

fonte: http://www.prefeitura.sp.gov.br/portal/a_cidade/sala_de_imprensa/releases/index.php?p=42517

Áreas de risco

Região/Bairro Número de áreas de risco
Zona Norte
Perus

24

Freguesia do Ó

25

Vila Maria

2

Pirituba e Jaraguá

20

Santana

1

Jaçanã

14

Casa Verde

21

Zona Sul
Campo Limpo

32

Cidade Ademar

24

MBoiMirim

50

Capela do Socorro

42

Parelheiros

11

Ipiranga

4

Jabaquara

13

Zona Oeste
Butantã

21

Lapa/Jaguaré

3

Zona Leste
São Mateus

20

Vila Prudente

8

Penha

5

Aricanduva

6

São Miguel

7

Ermelino Matarazzo

6

Itaquera

12

Cidade Tiradentes

7

Itaim Paulista

12

Guaianases

17

24 de Junho – Aniversário de São João da Boa Vista – SP

domingo, 30 de maio de 2010

SÃO JOÃO DA BOA VISTA – SP

” Cidade dos Crepúsculos Maravilhosos”
Aniversário – 24 de JUNHO ( 1821 )

Cidade de São João da Boa Vista

SOBRE A CIDADE DE SÃO JOÃO DA BOA VISTA

Área da unidade territorial: 516 km2
Latitude do distrito sede do município: -21,96917°
Longitude do distrito sede do município: -46,79806°
Altitude: 767 m

Prefeito 2009/12: Nelson Nicolau – PMDB 15

População de São João da Boa Vista
(*) Estimativa Populacional
IBGE-2009: 83.909 hab.

Fundo de Participação dos Municípios
FPM-2009: R$ 15.929.602,26

Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica
e de Valorização dos Profissionais da Educação
FUNDEB-2009: R$ 9.438.849,46

Estimativa Populacional IBGE-2008: 83.369 hab.
Fundo Part. Municípios FPM-2008:R$ 15.925.579,29
Participação FUNDEB-2008: R$ 6.565.510,78

BREVE HISTÓRIA DE SÃO JOÃO DA BOA VISTA

Cidade dos Crepúsculos Maravilhosos, esta é a bela São João Boa Vista, fundada em 24 de junho de 1821, por Antônio Machado de Oliveira e os cunhados Inácio Cândido e Francisco Cândido, vindos de Itajubá, cidade de Minas Gerais, chegando à região às vésperas do dia em que se comemorava o culto a São João Batista, o que deu origem ao nome da cidade. Contudo, em fato da cidade ter sido iniciada nos terrenos da Fazenda Boa Vista, de propriedade do Padre João Ramalho, recebeu assim o complemento “da Boa Vista.” Antônio Machado, um dos fundadores, doou um terreno para a futura povoação do Local, dando origem à atual São João da Boa Vista.

O principal idealizador do perfil econômico de São João da Boa Vista foi o Cônego João Ramalho, de nacionalidade portuguesa e que chegou ao Brasil no ano de 1800.

Foi o Cônego quem projetou a localidade de São João da Boa Vista, depois de um contato com o lavrador Antônio Machado, que doou o terreno para o nascimento da cidade. O projeto de João Ramalho era irradiar o progresso para toda a região a partir de São João da Boa Vista, explorando atividades agro-pecuárias, industriais e rurais como monjolos, moinhos, engenhos de serra e de cana-de-açúcar.

A partir do início dessas atividades, outras proliferaram, dando origem ao comércio local para a venda dos produtos que eram produzidos nas lavouras. A primeira missa celebrada na cidade foi em 24 de junho de 1824, sendo que, no mesmo ano, houve a realização da primeira eleição para escolha do Administrador da Freguesia, em Assembléia Paroquial, na qual foi escolhido o Padre João José Vieira Ramalho, que morava em Mogi-Mirim.

Fundação: 24 de Junho de 1.821
Emancipação Política: 24 de abril de 1.880
Criação da Comarca: 07 de fevereiro de 1885

O Aniversário de São João da Boa Vista é comemorado na data de 24 de Junho.

Fonte: PM S.J. DA BOA VISTA

fonte:       http://www.nossosaopaulo.com.br/Reg_10/Reg10_SaoJoaoDaBoaVista.htm

Memorial monta exposição com grandes nomes das artes brasileiras

quinta-feira, 12 de novembro de 2009
Tela Fausto e Margarida - de Pedro Américo

Tela Fausto e Margarida - de Pedro Américo

Di Cavalcanti, Candido Portinari, Tarsila do Amaral, Flávio Shiró… A lista de nomes que integram a exposição no Memorial da América Latina (região oeste da cidade de São Paulo) é grande.

A eles, se alinham Brecheret – cujas obras já estão em dois espaços culturais na cidade de São Paulo -, Benedito Calixto, Almeida Jr., Ismael Néri, Antonio Dias, Livio Abramo e Sérvulo Esmeraldo.

Ao todo, são 45 artistas de várias gerações, cujas obras surgiram nas últimas décadas do século 19 até a primeira metade do século 20.

O lado pitoresco é que as telas e as peças escolhidas costumam ficar expostas em outros lugares, como a Pinacoteca do Estado, o MAC (Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo) e os palácios do governo.

“São quadros que dificilmente saem dos museus”, conta o curador João Spinelli. “Tivemos que insistir bastante.”

A exposição, que faz parte das comemorações do Ano da França no Brasil, fica aberta até 10 de dezembro.

Memorial da América Latina – Galeria Marta Traba – av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda, região oeste, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11/3823-4600. Até 10/12. Grátis. Classificação etária: livre.

Fonte: http://guia.uol.com.br/exposicoes/ult10048u650020.shtml

Enviar telemensagens para São Paulo?
A Agência Lee Telemensagem atende todo o Brasil.

Equipe Lee Telemensagem

Visite cinco exposições a preços populares em museus paulistanos

sábado, 10 de outubro de 2009

Aproveite o sábado para visitar mostras de arte em museus da cidade de São Paulo. As exposições selecionadas pelo Guia da Folha Online são gratuitas ou têm preços bem em conta, e abrem neste fim de semana.

Formas de Humanidades no MAE
A exposição apresenta as coleções arqueológicas e etnográficas do museu em três setores: “Brasil Indígena”, “Africa: Culturas e Sociedades” e “Mediterrâneo e Médio-Oriente na Antiguidade”.
Informe-se sobre o evento

João Bugalho
Um total de 35 acrílicas sobre tela, inspiradas nas poesias de Cristovam Pavi, compõem a individual de Bugalho.
Informe-se sobre o evento

Pipilotti Rist 1
Mostra retrospectiva da artista suíça, com curadoria de Daniela Bousso. O Paço das Artes apresenta dez obras de diferentes períodos de sua produção e o MIS recebe somente um trabalho.
Informe-se sobre o evento

Robert Polidori
Uma retrospectiva dos principais ensaios realizados desde os anos 1980 pelo fotógrafo está exposta. Registros de grandes desastres naturais ou sociais, que marcam a história contemporânea, pontuam a obra de Polidori.
Informe-se sobre o evento

Vera Chaves Barcellos
Um panorama com 96 obras produzidas pela gaúcha Vera Chaves Barcellos, desde os anos 1960 até os dias de hoje, é apresentado em “Imagens em Migração”, no Masp.
Informe-se sobre o evento

Informações sobre eventos gratuitos e populares podem ser consultadas no site Catraca Livre.

Fonte: http://guia.uol.com.br/exposicoes/ult10048u636256.shtml

Equipe Lee Telemensagem