Arquivo da Categoria ‘Cuidados Pessoais’

Falso Sequestro – Saiba como proceder

terça-feira, 26 de março de 2013
O Autor desta matéria foi muito claro e postou uma aula de cidadania.
Postou sua opinião no SITE Café Brasil, um foro para pessoas esclarecidas e inteligentes.
Cadastre-se e participe
Temos observado cada tipo de mensagem na internet que impressiona a criatividade em mentir . Infelizmente ao invés de ajudar muitas pessoas acabam atrapalhando.

Já escrevi sobre alguns tipos de golpes por telefone e gostaria de compartilhar com os demais. São dicas simples que podem ajudar as pessoas no cotidiano.

13 Dicas para você não cair no Golpe do Falso Sequestro

Quem nunca ouviu falar do golpe do falso seqüestro? É provável que você ou algum parente, vizinho, amigo, conhecido, etc., já recebeu uma ligação de criminosos que de alguma forma ou através de ameaça queria extorquir dinheiro ou cartões de créditos telefônicos. O crime acontece todos os dias, e a policia infelizmente não possui dados estatísticos, mas o número de casos que os criminosos concluíram o golpe ou aqueles no qual a vítima percebeu e desligou o telefone é incalculável.

A única barreira para este tipo de crime é a prevenção através da orientação conscientização. Para os criminosos não existe barreiras, desta vez, a vítima foi o vice-presidente José de Alencar que relatou ter recebido uma ligação no dia 25/04/10 dizendo que sua filha havia sido seqüestrada. Ele afirmou que o criminoso pediu R$ 50 mil. Até o vice-presidente acreditou que realmente era sua filha chorando. Mesmo com todo o esquema de segurança que existe, ele não impediu que tal autoridade sofresse ameaças. O histórico dos golpes dos falsos seqüestros tem sofrido algumas modificações, a cada instante eles mudam o “modus operandi”, o primeiro golpe no inicio era uma ligação telefônica na residência das vítimas exigindo a compra de cartões de créditos telefônicos ameaçava dizendo que iriam seqüestrar roubar ou matar alguém da família. A vítima, diante de tal ameaça, comprava os cartões e repassava as senhas aos criminosos. Com sucesso nos golpes, começaram a inovar criando o segundo tipo de golpe: O falso seqüestro. Aproveitavam a ausência de um integrante da família, ligam para sua residência e avisam que a pessoa ausente havia acabado de ser seqüestrada, pedindo como resgate um valor baixo e a compra de cartões telefônicos, prometendo que soltariam a suposta vítima no mesmo dia. 

O terceiro caso era da seguinte maneira: Sem possuir informações da vítima ou apenas alguns dados, ligam se apresentando como policial ou bombeiro, informando sobre um acidente de trânsito. Começam a coletar informações de alguém da família e que esteja fora de casa. Sem saber, a vítima, aflita, informa o solicitado. Com base nas informações os criminosos mudam de conversa e anuncia o seqüestro. O quarto golpe é a promessa de prêmios. Uma ligação informando que o assinante da linha telefônica foi sorteado ganhando um computador, motocicleta, etc. Para dar tom de seriedade eles se apresentam com o nome de algumas empresas (TV Band, TV Globo, Nestlé, Embratel, TIM, etc.). Para a retirada dos prêmios. informam que é preciso comprar e repassar as senhas dos cartões de créditos telefônicos em menos de uma hora para não perder os prêmios, depois que a vítima passa a senha, está consumado o golpe. 

Telefonema falso de cartão de crédito visa a adquirir número de segurança

O quinto caso, os bandidos fazem contato se passando por funcionário da operadora do celular. Dizendo que o aparelho foi clonado, solicitam que o mesmo seja desligado por uma hora para solucionar o problema. É o tempo necessário para entrar em contato com os familiares inventando a historia do seqüestro. A família tenta entrar em contato com a suposta vítima, como não consegue, acaba caindo na conversa dos criminosos. Recentemente o golpe de extorsão ganhou uma nova modalidade. O falso seqüestro ganha mais detalhes e faz novas vítimas a cada dia. Pelo telefone, criminosos, que muitas vezes estão presos, afirma que um parente da pessoa é mantido refém e exigem que a vítima faça depósitos bancários, ou marcam um determinado lugar para terceiros retirarem o resgate. Nesse último golpe, eles contam com a ajuda de criminosos que estão fora das cadeias. Truques usados pelos falsos seqüestradores têm feito a mentira parecer verdade. Simulando até a uma conversa, os criminosos também utilizam vozes do falso refém no suposto cativeiro chorando ou gritando para garantir o sucesso do golpe. Para você não ser a próxima vítima, e também orientar seus familiares e amigos e principalmente o executivo/autoridade no qual esteja trabalhando, veja o que pode ser feito para não cair no golpe. Caso aconteça as situações mencionadas, veja o que fazer: 

1. não compre os cartões; 

2. desligue o telefone; 

3. quando eles percebem que não vão conseguir extorquir, eles desistem; 

4. não se desespere você não está correndo risco. 

5. Procure ter em casa se possível um identificador de chamadas, facilita muito a identificação, principalmente se for ligações de outros estados; 

6. não tome atitudes precipitadas; 

7. quando isso acontecer, procure primeiramente a pessoa que foi alva do suposto seqüestro; 

8. evite conversar com o criminoso, finja que o telefone está com problemas, e desligue; 

9. fale que ele ligou para o número errado, ou diga que você é apenas um empregado que começou a trabalhar há pouco tempo; 

10. após esse tipo de ligação, deixe o telefone fora do gancho ou não atenda a ligações de números desconhecidos por algumas horas; 

11. não atenda pedidos estranho para qualquer procedimento no celular; 

12. não receba ligações a cobrar, principalmente quando o interlocutor for desconhecido; 

13. procure orientar os familiares idosos, pois são as vítimas preferidas dos criminosos. 

Para combatermos este tipo de crime, a prevenção e a orientação é a melhor solução, temos que conscientizar nossos clientes, no caso os executivos e autoridades, a equipe de segurança deve orientar quanto à medida de prevenção e o procedimento no caso de receber alguma ligação contendo alguma ameaça.

Siderley Andrade

Última Edição: 1 ano, 9 mêses atrás Por Siderley Andrade de LIma

http://www.portalcafebrasil.com.br/livre/mentiras-da-internet/o-telefone-que-clona

Falso Sequestro – Cuidados e Atitudes

terça-feira, 26 de março de 2013
O Sr. Siderley Andrade de LIma, um cidadão consciente e esclarecido nos dá algumas dica de suma importância de Alertas de atividades criminosas a que toda a população está sujeita.
Resolvemos então divulgar, citando o seu nome e os créditos ao Café Brasil, um foro de discussões de alto nível.
Parabéns!
Temos observado cada tipo de mensagem na internet que impressiona a criadividade em mentir . Infelizmente ao invés de ajudar muitas pessoas acabam atrapalhando.

Já escrevi sobre alguns tipos de golpes por telefone e gostaria de compartilhar com os demais. São dicas simples que podem ajudar as pessoas no cotidiano.

13 Dicas para você não cair no Golpe do Falso Sequestro

Quem nunca ouviu falar do golpe do falso seqüestro? É provável que você ou algum parente, vizinho, amigo, conhecido, etc., já recebeu uma ligação de criminosos que de alguma forma ou através de ameaça queria extorquir dinheiro ou cartões de créditos telefônicos. O crime acontece todos os dias, e a policia infelizmente não possui dados estatísticos, mas o número de casos que os criminosos concluíram o golpe ou aqueles no qual a vítima percebeu e desligou o telefone é incalculável.

A única barreira para este tipo de crime é a prevenção através da orientação conscientização. Para os criminosos não existe barreiras, desta vez, a vítima foi o vice-presidente José de Alencar que relatou ter recebido uma ligação no dia 25/04/10 dizendo que sua filha havia sido seqüestrada. Ele afirmou que o criminoso pediu R$ 50 mil. Até o vice-presidente acreditou que realmente era sua filha chorando. Mesmo com todo o esquema de segurança que existe, ele não impediu que tal autoridade sofresse ameaças. O histórico dos golpes dos falsos seqüestros tem sofrido algumas modificações, a cada instante eles mudam o “modus operandi”, o primeiro golpe no inicio era uma ligação telefônica na residência das vítimas exigindo a compra de cartões de créditos telefônicos ameaçava dizendo que iriam seqüestrar roubar ou matar alguém da família. A vítima, diante de tal ameaça, comprava os cartões e repassava as senhas aos criminosos. Com sucesso nos golpes, começaram a inovar criando o segundo tipo de golpe: O falso seqüestro. Aproveitavam a ausência de um integrante da família, ligam para sua residência e avisam que a pessoa ausente havia acabado de ser seqüestrada, pedindo como resgate um valor baixo e a compra de cartões telefônicos, prometendo que soltariam a suposta vítima no mesmo dia. 

O terceiro caso era da seguinte maneira: Sem possuir informações da vítima ou apenas alguns dados, ligam se apresentando como policial ou bombeiro, informando sobre um acidente de trânsito. Começam a coletar informações de alguém da família e que esteja fora de casa. Sem saber, a vítima, aflita, informa o solicitado. Com base nas informações os criminosos mudam de conversa e anuncia o seqüestro. O quarto golpe é a promessa de prêmios. Uma ligação informando que o assinante da linha telefônica foi sorteado ganhando um computador, motocicleta, etc. Para dar tom de seriedade eles se apresentam com o nome de algumas empresas (TV Band, TV Globo, Nestlé, Embratel, TIM, etc.). Para a retirada dos prêmios. informam que é preciso comprar e repassar as senhas dos cartões de créditos telefônicos em menos de uma hora para não perder os prêmios, depois que a vítima passa a senha, está consumado o golpe. 

Telefonema falso de cartão de crédito visa a adquirir número de segurança

O quinto caso, os bandidos fazem contato se passando por funcionário da operadora do celular. Dizendo que o aparelho foi clonado, solicitam que o mesmo seja desligado por uma hora para solucionar o problema. É o tempo necessário para entrar em contato com os familiares inventando a historia do seqüestro. A família tenta entrar em contato com a suposta vítima, como não consegue, acaba caindo na conversa dos criminosos. Recentemente o golpe de extorsão ganhou uma nova modalidade. O falso seqüestro ganha mais detalhes e faz novas vítimas a cada dia. Pelo telefone, criminosos, que muitas vezes estão presos, afirma que um parente da pessoa é mantido refém e exigem que a vítima faça depósitos bancários, ou marcam um determinado lugar para terceiros retirarem o resgate. Nesse último golpe, eles contam com a ajuda de criminosos que estão fora das cadeias. Truques usados pelos falsos seqüestradores têm feito a mentira parecer verdade. Simulando até a uma conversa, os criminosos também utilizam vozes do falso refém no suposto cativeiro chorando ou gritando para garantir o sucesso do golpe. Para você não ser a próxima vítima, e também orientar seus familiares e amigos e principalmente o executivo/autoridade no qual esteja trabalhando, veja o que pode ser feito para não cair no golpe. Caso aconteça as situações mencionadas, veja o que fazer: 

1. não compre os cartões; 

2. desligue o telefone; 

3. quando eles percebem que não vão conseguir extorquir, eles desistem; 

4. não se desespere você não está correndo risco. 

5. Procure ter em casa se possível um identificador de chamadas, facilita muito a identificação, principalmente se for ligações de outros estados; 

6. não tome atitudes precipitadas; 

7. quando isso acontecer, procure primeiramente a pessoa que foi alva do suposto seqüestro; 

8. evite conversar com o criminoso, finja que o telefone está com problemas, e desligue; 

9. fale que ele ligou para o número errado, ou diga que você é apenas um empregado que começou a trabalhar há pouco tempo; 

10. após esse tipo de ligação, deixe o telefone fora do gancho ou não atenda a ligações de números desconhecidos por algumas horas; 

11. não atenda pedidos estranho para qualquer procedimento no celular; 

12. não receba ligações a cobrar, principalmente quando o interlocutor for desconhecido; 

13. procure orientar os familiares idosos, pois são as vítimas preferidas dos criminosos. 

Para combatermos este tipo de crime, a prevenção e a orientação é a melhor solução, temos que conscientizar nossos clientes, no caso os executivos e autoridades, a equipe de segurança deve orientar quanto à medida de prevenção e o procedimento no caso de receber alguma ligação contendo alguma ameaça.

Siderley Andrade

Última Edição: 1 ano, 9 mêses atrás Por Siderley Andrade de LIma.

http://www.portalcafebrasil.com.br/livre/mentiras-da-internet/o-telefone-que-clona

Propriedades da Alface Americana

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Alface Americana

A alface é uma folha que tem quantidades razoáveis de vitamina A, Niacina, C e também os minerais Cálcio, Fósforo e Ferro.

A vitamina A é um elemento importante para o bom funcionamento dos órgãos da visão, conserva a saúde da pele e das mucosas; a vitamina Niacina evita problemas de pele, do aparelho digestivo e do sistema nervoso; e a vitamina C dá resistência aos vasos sanguíneos, evita a fragilidade dos ossos e má formação dos dentes, age contra infecções e ajuda a cicatrizar os ferimentos.

O Cálcio e o Fósforo participam da formação dos ossos e dentes, ajudam na coagulação do sangue e na construção muscular, e o Ferro contribui para a formação do sangue.

Entre as muitas propriedades a alface é também considerada como ótimo calmante e remédio contra insônia.

Para compra, deve-se dar preferência às de folhas limpas, de cor brilhante e sem marcas de picadas de insetos; e para conservação, convém retirar as folhas machucadas e murchas e guardá-la na geladeira, embrulhada em saco plástico, onde conserva-se por 5 a 7 dias.

É verdade que a alface tem propriedades que acalmam as crianças?

Sim, segundo pesquisas realizadas pela Universidade de Harvard, dos Estados Unidos. Os especialistas dizem ter encontrado substâncias com efeito calmante nas folhas frescas da alface. Isso significa que aquela tradicional receita das avós para colocar os pequenos na cama cedo parece ter sido comprovada pela ciência. O mesmo estudo também indicou que o preparado de chá com a verdura, ingerido diariamente pela criança, ajuda a controlar a agressividade. Quer a receita? Anote: adicione uma folha grande de alface em um copo (200 ml) de água fervida. Abafe a infusão com um pano de prato por alguns minutos e sirva o chá assim que estiver morno.

Alface: contém grande quantidades de b-caroteno, folato, vitamina C, ferro, cálcio, e potássio, podendo variar as suas quantidades de acordo com a espécie da alface (americana, lisa, de folha solta, romana, de cordeiro). Por possuírem baixo valor calórico e serem ricas em fibras, a alface pode ser adicionada às saladas e na preparação de um prato principal altamente nutritivo. No entanto, cuidado com o consumo exagerado de molhos gordurosos; prefira o limão, vinagre, azeite, ervas, cheiro-verde e o iogurte desnatado para temperar a sua salada. Um outro importante benefício conferido à alface e às verduras de coloração intensa é a presença de bioflavonóides, que junto à vitamina C têm ação anticancerígena.

Dica

Na hora de comprar, dê preferência às folhas limpas de cor brilhante. Para conservação, convém retirar as folhas machucadas e murchas antes de guardá-la na geladeira, embrulhada em saco plástico.

fonte: http://naturezaviva.net.br

Filhos da Lua

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Vejam esta reportagem esclarecedora da Radioagência NP

Pesquisas realizadas nos Estados Unidos e na Europa apontam que uma em cada 17 mil pessoas nasce com albinismo. O problema se caracteriza por uma falha genética na produção de melanina, que provoca a ausência de pigmentação na pele. Há ainda, o albinismo ocular, que prejudica a visão e deixa os olhos sensíveis à radiação solar.

Devido à falta de proteção natural contra os efeitos do sol, os albinos costumam sair para as ruas no período noturno. Por conta desse hábito, são conhecidos como “Filhos da Lua”. Em entrevista à Radioagência NP, o professor universitário Roberto Biscaro, portador de albinismo, revela como superou o preconceito.

Editor do blog Albino Incoerente, que utiliza as ferramentas da internet para combater o preconceito, o professor fala da ausência de políticas públicas voltadas para o combate ao câncer de pele. Faz ainda relatos da violência na Tanzânia, onde há uma crença de que o consumo da carne de albinos atrai sorte e riqueza.

Radioagência NP: Roberto, você é professor universitário, com doutorado pela Universidade de São Paulo. Como encontrou motivação para estudar?

Roberto Biscaro: Eu teria de sair de qualquer forma. Para comprar pão ou para ir ao supermercado. As pessoas iriam me insultar de qualquer forma. Foi aí que decidi sair para fazer outras coisas. Enfim, eu acredito que um dos fatores dessa superação foi o fato de eu ter me tocado de que não adiantava ficar quietinho aqui em casa chorando.

RNP: É mais difícil enfrentar o preconceito durante a infância?

RB: Eu, particularmente, passei por esse processo. Como a gente não tem pigmentação, recebemos apelidos como “Gasparzinho”, “vovô”. Ouvir isso quando você é criança e adolescente, tem efeitos devastadores. É uma época em que a gente está desenvolvendo a auto-estima e aprendendo a se relacionar com o mundo. É especialmente complicado.

RNP: Fora do Brasil os albinos também são tratados com preconceito ou violência?

RB: Em certas partes da Tanzânia e do Burundi, na África, existe uma superstição. Se as pessoas usarem parte do corpo de albinos para fazer porção mágica, elas terão dinheiro e sucesso. Então, os albinos tem sido sistematicamente mortos. São histórias escabrosas de decepação de partes do corpo e de crianças que são mortas diante da família.

RNP: As organizações de defesa dos direitos humanos já se mobilizaram para tentar conter isso?

RB: A ONU e a Comunidade Europeia já foram alertadas. Já existem ativistas lá para tentar amenizar a situação, mas o problema principal é econômico. Como as pessoas não tem dinheiro e, por outro lado, há quem possui para comprar partes do corpo de albinos por milhares de dólares, acaba criando um comércio.

RNP: Quais os cuidados mais comuns em relação à saúde dos albinos?

RB: A gente precisa usar protetor solar todos os dias, mesmo quando não saímos de casa. É preciso reaplicar a cada três horas. O fator de proteção do filtro solar deve ser de 30 para cima. Imagine o preço que fica isso? Quando a gente consegue encontrar em oferta, varia em torno de R$ 30.

RNP: Como as pessoas de baixa renda fazem para ter acesso a esses produtos?

RB: A resposta é simples. Cruel, mas simples: elas desenvolvem câncer de pele. Isso é um dado alarmante. Acaba saindo bem mais caro para os cofres públicos por uma questão lógica. Se a pessoa não usou protetor solar porque não tem dinheiro para comprar, quando desenvolve o câncer de pele, ela vai procurar atendimento público. Não é apenas a dor e o desconforto do tratamento, mas também o custo que isso representa para os cofres públicos. O ideal seria se estado bancasse a distribuição de protetor solar.

RNP: Existe algum projeto de política pública voltada para os albinos, no sentido da prevenção de câncer de pele?

RB: Em agosto de 2009 entrou em tramitação na Assembleia Legislativa um projeto do deputado Carlos Gianazzi (PSOL), que prevê a distribuição de protetor solar e óculos aos albinos residentes no estado de São Paulo. Rio de Janeiro, Minas Gerais e Mato Grosso também têm projetos semelhantes.

RNP: No Brasil existem movimentos organizados formados por albinos?

RB: Até agora, o único estado do Brasil onde os albinos estão organizados é na Bahia. Isso há uns dez anos. Em virtude dessa organização, já desfrutam de protetor solar gratuito, desde 2006, e outros benefícios.

Para obter mais informações sobre o albinismo, acesse o site www.albinoincoerente.blogspot.com

De São Paulo, da Radioagência NP, Jorge Américo.

18/06/10

http://www.radioagencianp.com.br/8796-filhos-da-lua-fogem-do-sol-e-do-preconceito

Minha saga: de ruiva à loira platinada!

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Meninas que acompanham o blog…

Sempre posto muita coisa sobre produtos mas quase nunca escrevo sobre minhas experiências. Bem acho que essa história será legal de compartilhar com vocês!

Capítulo 1 – Nasce uma loira
Bom, com uns 12 anos eu decidi que não gostava da cor do meu cabelo. Aliás, não só da cor. eu detestava meu cabelo. Encaracolado, armado, ressecado e sem graça. A cor natural acho que deve ser castanho claro para loiro escuro.

Um belo dia resolvi mudar… Mas não fiz tudo o que eu queria fazer.

Comecei usando shampoo de camomila, cremes e etc. Até chá de camomila passei no cabelo para ver se clareava, mas o resultado era mínimo, para não dizer nenhum.

Bom, agora chega, vou tingir… Acho que eu devia ter uns 15 anos quando resolvi convencer minha mãe que eu queria pintar de loiro. Começou com uma leve clareada… Talvez um loiro meio mel… e foi assim por muito tempo… Com uns 18 anos estava nessa cor ainda… Eu gostava. Me sentia bem, mas não sabia por que não conseguia deixar no mesmo loiro que a Cameron Diaz…

Quando fui casar, resolvi escurecer um pouco, deixar perto da cor normal. Bem, durou 1 ano e logo vieram as luzes e bingo: estava loira de novo. Veio a gravidez e quando meu anjinho nasceu, pintei de novo.

Mas eu nunca fui a loira que eu queria… sempre estava com um tom meio amarelado… não era o que eu queria. Fora que dava trabalho assim mesmo… com uns 24 resolvi voltar para o castanho mas com um tom mais chocolate… Desse tom a coisa muito mudando e virei ruiva… até os 30…

Agora, 6 anos depois, juntando muita coragem resolvi ser loira de novo. Mas agora vou fazer direito. É pra ser loira platinada! Quero um loiro poderoso!!!




Em breve colocarei mais fotos para mostrar os passos que estou fazendo…
Por enquanto meu cabelo ainda está bem amarelinho :-(
Dicas para que ele fique mais bonito serão bem vindas!



Aqui deixo uma cor de inspiração como minha meta:

Avril Lavigne

http://euprecisomuitodisso.blogspot.com.br/